sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Cidade da Música Roberto Marinho sob suspeita de superfaturamento

RIO - O Ministério Público abre inquérito nesta quinta-feira para investigar os custos da construção da Cidade da Música Roberto Marinho , na Barra da Tijuca. Os promotores da Promotoria de Cidadania e Tutela Coletiva querem esclarecer como uma obra orçada pela prefeitura inicialmente em R$ 80 milhões já custa aos cofres públicos R$ 461,5 milhões (quase cinco vezes a mais) em construção, projetos e consultorias, como mostrou O GLOBO. Por sua vez, a oposição ao prefeito Cesar Maia na Câmara dos Vereadores se articula para instaurar uma CPI para investigar os gastos com o complexo.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails