quarta-feira, 3 de junho de 2009

10 Surpreendentes estatísticas sobre sexo

1. Uma mulher russa do século XVIII tem o recorde de ter tido mais filhos – 69. Lógico, ela teve alguns gêmeos no processo – no total foram 27 vezes que ficou grávida. No entanto ela é superada por um imperador marroquino que, comprovadamente, teve 342 filhas e 525 filhos. Sua reputação era mais assustadora. Dizia-se que ele teria pelo menos 700 filhos homens, se fossem considerados os não- oficiais.

2. A média do tamanho do pênis ereto é de 12,7 a 17,8 cm de comprimento e de 10,2 a 15,3 cm de circunferência. Mas ainda dá para aumentar o pênis, segundo cientistas. E pesquisas mostraram que elas se preocupam muito mais com a espessura do que com o comprimento do pênis de seus parceiros.

3. De acordo com pesquisas, 5% dos homens na faixa etária dos 40 anos, têm disfunção erétil. O número aumenta para 15% quando se trata dos cinquentões.

4. Sobre a virgindade, a média entre os homens é de 16.4 anos. As mulheres iniciam a vida sexual um pouco mais velhas, entre 17 e 17.4 anos. A genética também tem um papel importante nessa questão – pode determinar quando a pessoa iniciará sua vida sexual por traços herdados, como impulsividade.

5. 12% dos adultos estadunidenses casados dizem que dormem sozinhos.

6. Enquanto 75% dos homens diz chegar ao orgasmo cada vez que faz sexo, apenas 29% das mulheres afirmam o mesmo. Além disso, a maioria das mulheres não consegue ter orgasmo durante a penetração vaginal – precisa de estímulos no clitóris.

7. Dois terços dos estudantes universitários declaram ter tido o tipo de relação chamada “amigos com benefícios”. Ou seja, dois amigos que fazem sexo sem compromisso quando dá na telha – isso, teoricamente, sem prejudicar a amizade.

8. Mulheres tem uma média de seis parceiros durante toda a sua vida. Para os homens, o número é de sete.

9. Dois terços das mulheres estadunidenses que tiveram seus bebês entre 2001 e 2003, trabalharam durante a gravidez. 80% dessas mulheres trabalhou mesmo durante o mês que antecedeu o parto. Em 1965 esse número foi de 35%.

10. Pelo menos metade dos homens e mulheres sexualmente ativos irão contrair ou já contraíram uma doença sexualmente transmissível.

Fonte: Hypescience.com

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails