quarta-feira, 11 de fevereiro de 2009

Homem condenado por matar os pais abandona reality show na Espanha

Crime foi cometido há quase 15 anos, e pena já foi cumprida.
Rapaz era menor de idade em 1994 e ficou detido por dois anos.


Um participante de um reality show na Espanha abandonou o programa após ter sido descoberto que ele havia matado os pais 15 anos antes.
Cyril Jaquet, de 29 anos e que hoje trabalha em uma companhia aérea, saiu do programa ‘A volta ao mundo ao vivo’, do canal espanhol Antena 3, no domingo (8).

A notícia sobre o parricídio começou a ser divulgada em fóruns na internet, lembrando que em 1994 Jaquet, então com 15 anos, confessou ter matado o pai e a mãe. Por ser menor de 16 anos, ele ficou detido por dois anos em um centro para menores infratores. Ainda conforme a lei espanhola, ele não tem mais pendências com a Justiça.

Na ocasião, em 1994, segundo a imprensa espanhola, Jaquet ficou enfurecido porque seus pais não deixaram que ele saísse de casa e planejou a morte de ambos. Com uma arma, primeiro atirou na mãe, depois esperou quatro horas pela chegada do pai. Para tentar não deixar pistas, forjou um roubo na casa, mas depois acabou admitindo o crime aos policiais.

Segundo o jornal ‘El País’, a produtora do programa, Phileas Producitons, entrou em contato com a noiva de Jaquet, Paola Alberdi. “Ele (Jaquet) reconheceu o que fez e pediu para que voltasse à Espanha”, afirmou uma porta-voz do canal, que disse que ele pediu“voluntariamente” para deixar o programa. O casal estava em Veneza, na Itália, com os demais participantes.

Em entrevista para a TV no domingo, Jaquet disse decidiu sair rapidamente do programa para que as coisas não piorassem. “A mídia não deixa que esqueçam o seu passado, mas a gente muda”, afirmou ele. “Não quero dizer nada (sobre o acontecido), o passado está enterrado para mim.” Nascido na Suíça, o ex-participante do programa se mudou para a Espanha aos 5 anos de idade com os pais.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails