quarta-feira, 18 de julho de 2007

CAOS NA AVIAÇÃO CIVIL - TAM COMPROU AVIÃO USADO

TAM comprou avião de segunda mão

Brasília - A TAM não comprou o avião A320, que explodiu ontem em Congonhas, diretamente do fabricante Airbus. O avião foi vendido pela empresa européia, em 1998, para a TACA (Transportes Aéreos Centro americanos), companhia de aviação de Honduras. A informação foi confirmada pela própria Airbus ao jornal O Estado de São Paulo.

Cinco técnicos da Airbus já deixaram a Europa e chegarão a São Paulo no fim do dia, para ajudar nas investigações. Em nota divulgada ontem mesmo, a fabricante diz que dará completa assistência técnica ao governo brasileiro e ao Departamento de Pesquisas e Análises da França (Bureau d’Enquêtes et Analyses BEA).

De acordo com a Airbus, a aeronave que fazia o trecho porto Alegre São Paulo foi fabricada em 1998 e tinha aproximadamente 20 mil horas de vôos. Com capacidade máxima para 180 passageiros, o A 320 começou a ser produzido em 1988 e até o mês passado havia 3 mil aviões deste tipo em operação no mundo todo, com 31 milhões de vôos e 56 milhões de horas de vôos acumuladas.

A Airbus salienta que apesar da assistência oferecida a investigação é de inteira responsabilidade das autoridades e que, por isso, não especulará sobre o caso. “Seria inapropriado entrar em qualquer forma de especulação no caso do acidente”, diz a nota. A fabricante pretende divulgar novas informações na medida em que os detalhes do acidente forem confirmados.

Com informações da Agência Brasil

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails