terça-feira, 3 de julho de 2007

Menina inglesa de apenas 2 anos entra para clube de alto QI


Georgia Brown passou por uma avaliação por um psicólogo infantil.

Ela foi aceita no clube Mensa por ter inteligencia de seis anos de idade.
Uma menina de dois anos de idade com um quociente de inteligência de 152 se tornou a mais nova associada da Mensa, a sociedade internacional para pessoas de inteligência elevada.
Georgia Brown, de dois anos e 10 meses, foi aceita no exclusivo clube depois de uma avaliação por um psicólogo infantil que afirmou estar “encantado” com a descoberta, uma vez que os resultados obtidos corresponderiam aos de uma criança de cinco ou seis anos.

Mas a criança, de Aldershot, sul da Inglaterra, ainda não é a mais jovem associada da Mensa Inglesa. Ela perdeu por seis dias para Bem Woods, que se uniu ao grupo na década de 90.

O membro mais jovem anterior era um menino de três anos com QI de 137, que se juntou à Mensa em 2005.

A Mensa normalmente só testa pessoas com mais de 10 anos e meio, mas aceita crianças mais novas que sejam enquadradas dentro dos dois por cento mais inteligentes da população.

A mãe da menina, Lucy declarou que pediu ao psicólogo infantil que testasse o QI de sua filha depois de perceber que ela se desenvolvia rapidamente.

“Foi fantástico. Nossa família está muito orgulhosa”, ela declarou.

A Mensa, palavra em Latim que significa Mesa, busca identificar e promover a inteligência humana para o benefício de toda humanidade, de acordo com seu website.

A sociedade também busca gerar um ambiente social e intelectual estimulante para seus membros e encorajar pesquisas sobre a natureza, características e usos da inteligência.

Fonte: g1.globo.com

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails