quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Estupro em Joaçaba Revolta população em Santa Catarina

A polícia civil instaurou inquérito para investigar uma denúncia de estupro ocorrido durante uma festa envolvendo um grupo de adolescentes em Joaçaba. A vítima é uma adolescente de 16 anos que foi violentada sexualmente, a princípio por três rapazes, dois deles de 18 anos e um menor de idade. O estupro foi filmado por um deles com um telefone celular e as imagens foram publicadas na internet. A investigação está sendo conduzida em segredo de justiça, por este motivo a polícia civil não comenta o caso, tampouco a identificação dos envolvidos, até porque a maioria é menor de idade.

A Central de Jornalismo da Rádio Catarinense apurou a denúncia e constatou que o crime aconteceu no mês outubro, um sábado, durante uma reunião de amigos numa casa localizada próximo ao centro da cidade.

A vítima consumiu uma grande quantidade de bebida alcoólica e foi levada para um banheiro que fica na parte superior da casa pelos três acusados. No interior do banheiro, ela foi despida e um dos rapazes passou a manter relações sexuais com a menina, que se encontrava quase inconsciente, enquanto os outros dois assistiam a cena e um deles gravava tudo com o telefone celular. Os três acabaram sendo flagrados por um dos outros colegas que haviam ficado na parte de baixo da casa. Foi quando a sessão de estupro terminou e a festa foi encerrada.

Na semana seguinte os três rapazes trocaram e-mails com as imagens, que acabaram sendo distribuidas pela internet a um grande número de pessoas, inclusive colegas de aula da vítima.

Os três rapazes já foram identificados, mas ainda não prestaram depoimento à polícia. A vitima também ainda não foi ouvida. Ela está fora de Joaçaba realizando uma série de exames que serão anexados aos processo e deverá prestar depoimento nos proximos dias. O menor que que teria flagrado a sessão de estupro, já prestou depoimento e confirmou a ocorrência. Segundo o que foi apurado, a polícia teria uma cópia do vídeo onde somente um dos acusados aparece mantendo relações sexuais com a adolescente. Através do vídeo a polícia teria conseguido indentificara também os outros dois rapazes.

As investigações estão em fase inicial e são conduzidas pelo delegado de polícia, Ademir Tadeu de Oliveira. O caso está sendo acompanhado pelo Ministério Público.

Fonte: Rádio Catarinense / C A

4 comentários:

elton seidel disse...

sem carater,sem noçao uns bunda mole. mulher sobrando por ai tenho 50 anos e nao dou conta, ai vem uns merdinha , sem pai e fazem uma barbaridade dessa.
vao virar mocinha no presidio.

Anônimo disse...

mais uma vez um playboy resolveu curtir pois usar droga praticar pegas de carro ir a periferia não e suficiente mais agora vamos partir para coisas mais grave ,seram chamados de meliantes nos jornais os seus sobre nomes empidiram isso, pai e mae tomem conta do seus filhos eduquem de verdade pois a rua julga e puni de outra forma vamos cuidar de nossas crianças

Gilberto disse...

Tomara que se tornem "noivinhas" em uma cadeia superlotada . . . Isso e o que vagabundos como esses merecem . . . A rua ensina mesmo e na cadeia existem regras as quais esse bando de riquinho metido a besta vao entender em pouco tempo . . . Justica seja feita

Anônimo disse...

Esses filhos da puta podem esperar, o que vai volta...

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails